Andando de bicicleta

Andar de bicicleta é a salvação de muitos adolescentes sem carteira de habilitação, ou a desgraça, caso a vontade de dirigir por ai seja enorme.

Mas convenhamos que já que os tempos mudaram e não é qualquer garotinho que anda por ai de carro sem ser pego andar a pé pode ser um sacríficio. Então o que é melhor para ganhar tempo e ainda dar uma divertida? Drive-thru? Não, estou falando de algo saudável. Uma bicicleta é claro!

Mas nem toda pessoa que se diz ciclista tem as manhas de pedalar em qualquer lugar. Mesmo as ruas da cidade apresentam perigos a um desportista desatento. Para sanar esta lacuna no conhecimento de cada um um abordagem sobre algumas dicas é fundamental.

Não ande na contramão, nem sobre a calçada. Evite acidentes com pedestres

Cuidado com portas que se abrem de repente

Seja cortês e gentil no trânsito. Agradeça com gestos quando lhe cederem passagem ou lhe beneficiarem no trânsito

Agora que prestou atenção nas regras de boa conduta de um ciclista consciente, esqueça tudo e reflita. Andar na em mãos contrárias, calçadas, estacionamentos ou até dentro de lojas pode lhe poupar minutos importantes. Qual a graça de andar somente nos sentidos adequadas e não fazer nada fora do comum? Comparo isso a pistas de patinação, onde só se vai em uma direção. Rodando, rodando, rodando. Neste lugares corajoso e sábio é o que vai contra o fluxo e se diverte desviando de todo mundo e fugindo dos seguranças.

Ter cuidado com portas e carros parados apesar de essencial, ninguém lembra. Ser gentil, gesticular e agradecer? Vejo muitos gestos e palavras de quem pedala pra quem dirige ou caminha e garanto que não são de bom dia ou obrigado. Palavrões e cantadas fazem parte do trajeto de um ciclista.

E parece que quanto mais diferente for a bicicleta ou mais frescuras tiver, mais imponente fica o ciclista. E com mais fama de fresquinho ou doido.


Advertisement

Go to Smartblog Theme Options -> Ad Management to enter your ad code (300x250)

No comments yet.

Leave a Comment